Reprodução
Reprodução

Uma grávida de dois meses foi morta a facadas pelo ex-namorado na cidade de Rolândia, interior do Paraná, na terça-feira (1°). O suspeito cometeu o crime logo após sair do presídio, onde passou quase dois anos cumprindo pena. A filha de seis anos da vítima presenciou a ação.

Bruna Aparecida da Silva Alves dos Santos, de 23 anos, conheceu Jean Aparecido Dias Borges, também de 23, por meio da mãe do suspeito.

O jovem foi preso por tráfico de drogas, mas conseguiu a liberdade em troca de serviço voluntário em um asilo. O namoro entre os dois durou mais ou menos um ano, até que Bruna deixou de visitar o namorado.

Leia também:  Criança é morta acidentalmente em sítio de família após achar espingarda escondida

Na última terça, Borges saiu da cadeia — ele ficou um ano e nove meses cumprindo pena por furto e roubo — para cumprir o restante da pena em casa, usando tornozeleira eletrônica. Por volta das 21h, ele se encontrou com Bruna e a esfaqueou.

O suspeito confessou o crime à polícia.

— Se eu soubesse que ela estava grávida, não ia matar.

De acordo com a mãe da vítima, Rosimeire Leite dos Santos, a neta presenciou o crime.

— Uma amiga dela chegou em casa avisando que um cara tinha dado um monte de facadas na Bruna e que a menininha dela de seis anos tinha presenciado tudo.

A vítima foi socorrida e levada para um hospital da cidade com ferimentos nos braços, peito e barriga, mas não resistiu aos ferimentos.

Leia também:  Técnico de raio-X é preso suspeito de abusar de adolescente durante exame

Borges irá responder por feminicídio, de acordo com o delegado responsável pelo caso.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.