Delegacia do Consumidor destruirá 300 mil Cds e Dvds nesta quarta- Foto: assessoria
Delegacia do Consumidor destruirá 300 mil Cds e Dvds nesta quarta- Foto: assessoria

A Delegacia Especializada do Consumidor (Decon) fará a destruição em massa de CDs e DVDs falsificados, nesta quarta-feira (02), dentro da operação da Segurança Pública, Carga Máxima. A inutilização de cerca de 300 mil mídias será realizada às 16 horas, na área do Sesi Papa, em Cuiabá.

Os milhares de produtos são resultados de apreensões ocorridas desde 2006, que estavam em depósitos da Polícia Civil. Uma pequena parte dos CDs e DVDs foi doada para artesões de Cuiabá, que aproveitam as mídias para confecção de peças de decoração e enfeites.

Em 2005 ocorreu a última destruição com uso de rolo compressor. Na época foram destruídas 100 mil mídias. No ano de 2013 foi feita a reciclagem de 80 mil cds e dvds, mas depois a empresa fechou.

Leia também:  IPVA| inadimplentes de 2017 podem dividir os débitos em até três vezes

A delegada da Decon, Ana Cristina Feldner, disse que a intenção era fazer a reciclagem de todos os produtos ilegais. Mas devido a grande quantidade a única opção encontrada foi a destruição. “Tentamos todos os meios visando à reciclagem, mas hoje em Mato Grosso a única forma é por destruição por não haver empresa desse ramo de reciclagem em atividade”, destacou.

A destruição dos produtos piratas será feita com maquinário da Prefeitura de Cuiabá, representando economia de R$ 6 mil, aos cofres públicos que seriam empregados no aluguel de maquinário como pá-carregadeira e trator com rolo compressor. Depois de destruídos o material vira lixo e vai para o aterro sanitário.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.