A ex-secretária de saúde de Rondonópolis, Marildes Ferreira, surpreendeu a todos no final da tarde desta quinta-feira (31) quando decidiu deixar o Partido Popular Socialista (PPS), se filiar ao Partido da Social Democracia (PSD) e pedir exoneração do cargo de secretária municipal de saúde.

A filiação de Marildes foi confirmada pelo presidente municipal do PSD, o vereador Milton Mutum, “Ela decidiu se filiar conosco, após perguntar se seria bem-vinda na sigla e minha resposta foi imediata, claro que sim”, disse.

Mutum ainda revelou ao AGORA MT, que Marildes já é uma das pré-candidatas do partido na disputa por uma vaga na Câmara Municipal de Rondonópolis nas próximas eleições.

Leia também:  Curso é ofertado gratuitamente para o público LGBT

No PPS o clima entre alguns líderes e entre os vereadores era de espanto, “estamos surpresos com a decisão da Marildes” revelou o presidente municipal da sigla e também vereador Fábio Cardozo, “Não esperávamos por isso, Marildes, comandou a maior secretária do município, com o maior orçamento, o maior número de funcionários e sempre teve apoio irrestrito dos vereadores do PPS na Câmara e fora dela”, declarou.

Cardozo revelou ainda que poucas horas da tomada de decisão de Marildes eles mantiveram uma conversa, “Ela me perguntou se haveria espaço para ser candidata dentro do PPS e eu não só disse que o espaço estava aberto, bem como, ela teria as mesmas condições que os atuais vereadores e os outros pré-candidatos do PPS”.

Leia também:  Silvio Negri quer que rede de esgoto atenda também Cidade Universitária

A reportagem tentou contato com Marildes Ferreira,  mas até o fechamento desta matéria não conseguimos falar com a ex-secretária.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.