Uma menina de 6 anos morreu após ser atingida por um tiro acidental no peito nesta terça-feira (1) em um sítio na zona rural de Colniza (1.327 de Rondonópolis). As informações apontam que o disparo foi feito pelo irmão, de 12 anos, que brincava com a espingarda do pai em um dos cômodos da casa da família.

Investigadores informaram que a criança chegou a ser socorrida pelos pais que estavam no curral da propriedade. Ela foi levada de carro para o Hospital, mas já deu entrada sem vida na unidade.

Segundo a Polícia Civil (PC), os pais se apresentaram espontaneamente na delegacia após prestar socorro à filha. Em depoimento, o pai da menina contou que a arma pertencia ao pai dele, que faleceu há três meses e deixou o objeto como herança.

Leia também:  Prazer fatal | Homem morre dentro de quarto de motel em Rondonópolis

Ainda durante o depoimento à polícia, os pais disseram que o irmão contou que por curiosidade começou a brincar com a arma que ficava pendurada em uma das paredes do quarto do casal. Por acidente, o gatilho foi puxado em contato com o cotovelo do menino. O tiro acidental atingiu o peito da irmã. A criança foi socorrida pelos próprios pais.

A polícia afirma que não houve flagrante e os pais devem responder por posse ilegal de arma de fogo e omissão de cautela. Esse segundo crime ocorre quando armas de fogo não são devidamente guardadas e ficam ao alcance de crianças e adolescentes.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.