Foto: Reprodução/EPTV
Foto: Reprodução/EPTV

A mãe do menino de 6 anos que ficou conhecido por chorar em um vídeo após saber que teria de voltar a morar com o pai, em Capivari (SP), disse que não vê o filho há mais de um mês. Rosilene Batista Silva contou ao G1 que tentou visitar Samuel nos dias 13 e 14 de fevereiro, conforme prevê a guarda garantida pela Justiça, mas ao chegar no local descobriu que a família paterna havia se mudado. O Conselho Tutelar da cidade confirmou que o pai levou o menino para Campinas (SP).

Sobre as visitas frustradas de Rosilene, a defesa do pai informou que ele havia se mudado da casa de Capivari para uma reforma e que iriam voltar, mas desistiram diante da repercussão do caso, que corre em segredo de Justiça. “O medo da violência, as ofensas que foram feitas. Ele não pôde retornar”, disse.

Leia também:  Homem furta viatura de unidade prisional e capota veículo durante fuga

Grous admitiu que a mãe de Samuel não foi informada da decisão, entretanto, afirmou que não foi proposital. “Em momento algum a gente teria feito isso com motivo de ela não encontrar o menino. Só que, diante da situação, ela não tem condições de ir à casa dele e pegar essa criança para visitar.

Rosilene, por sua vez, afirmou que não vê e nem fala com o filho há mais de um mês, e disse sentir que o menino está sofrendo. “Espero que resolva logo essa situação para trazer meu filho de volta o mais rápido possível”, desejou.

“O pai mudou de cidade desde dezembro de 2015 e não forneceu endereço, não atende minhas ligações. O pai descumpriu uma ordem judicial proibindo meu filho de me ver e falar comigo. Estou muito aflita, pois não tenho notícias de onde ou como ele está. O pai se mostra uma pessoa boa a todos, porém dentro de casa era outra coisa.”

Leia também:  Flash salva fotógrafo de ser pisoteado por touro que invadiu arena de rodeio em SP

Já no Facebook, internautas comovidos com as imagens criaram uma página intitulada “Ajudem o Samuel”, em apoio ao menino. Na rede social, mães publicaram fotos de seus filhos com a frase #somostodossamuel escritas nos braços das crianças. Os internautas pedem que o garoto volte para a mãe.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.