Mulheres do MST na prefeitura de Rondonópolis - Foto: Varlei Cordova / AGORA MT
Mulheres do MST na prefeitura de Rondonópolis – Foto: Varlei Cordova / AGORA MT

Após fecharem uma empresa de agrotóxicos e panfletarem no centro de Rondonópolis (MT), as mulheres do Movimento Sem Terra (MST) pararam em frente à Prefeitura Municipal e exigem a presença do prefeito Percival Muniz na manhã dessa terça-feira (08).

Mulheres do MST na prefeitura de Rondonópolis - Foto: Varlei Cordova / AGORA MT
Mulheres do MST na prefeitura de Rondonópolis – Foto: Varlei Cordova / AGORA MT

Uma das líderes do movimento, Lucinéia Freitas, 35 anos, relatou que não irão sair de frente da prefeitura até conversarem com o prefeito, “ Nós temos uma carta para protocolar junto ao prefeito com duas reivindicações, a primeira pedindo um debate aberto com a sociedade relatando as informações reais sobre a empresa de agrotóxicos e outra pedindo de volta um terreno no bairro Jardim Santa Marta, rua Pedro Ferrer, local que foi tirado de nós e agora é ocupado por um matagal, usado para descarte de lixo e consequentemente virou um depósito de mosquito da dengue”, informou Lucinéia.

Leia também:  Bazar de roupas, móveis e eletrodomésticos da Casf acontece no sábado

As portas da prefeitura foram fechadas e na entrada principal a Força Tática da Polícia Militar está montando guarda, impedindo a entrada de qualquer pessoa.

Uma das líderes do movimento relatou que a PM informou a eles que o prefeito não está no local, mas segundo elas só saíram do local até conversar com o Percival e protocolar a carta que contém suas reivindicações.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.