Juca Lemos 001.Foto:Varlei Cordova/AGORAMT
Juca Lemos – Foto:Varlei Cordova/AGORAMT

Durante os dois primeiros dias da operação da Semana Santa, o Procon de Rondonópolis (MT) já encontrou diversas irregularidades em alguns supermercados da cidade. A principal foi encontrada nos acondicionamentos dos alimentos. De oito estabelecimentos fiscalizados, seis estão em estado irregular.

De acordo com o coordenador do Procon, Juca Lemos, os peixes estão sendo armazenados em condições impróprias. “Encontramos os peixes descongelando, com sangue escorrendo, bacalhau mal acondicionado. Os alimentos estão sendo mantidos em temperaturas inadequadas. Infelizmente esses supermercados em estado irregular já são reincidentes” relata Juca.

Ainda conforme o coordenador, os estabelecimentos estão recebendo a orientação para que se regularizem conforme as normas. “Nós vamos voltar nos locais e caso ainda estejam irregulares, serão aplicadas multas de acordo com o potencial do estabelecimento”, explica Lemos.

Leia também:  Saúde oferta serviços e orientações durante Liquidaqui

As multas variam de R$ 1 mil e podem chegar em até R$ 8 milhões, conforme o Código de Defesa do Consumidor, tudo depende do faturamento e potencial da empresa, e da quantidade de produtos em estado irregular.

“O Procon já até recebeu um pedido de abertura de investigação do Ministério Público Federal, por parte do próprio Procurador Federal, que encontrou irregularidades nos alimentos congelados” acrescenta o coordenador.

A Vigilância Sanitária da cidade também acompanha os casos e as fiscalizações continuam durante toda semana de operação.

O coordenador informa que os nomes dos estabelecimentos só podem ser divulgados após a conclusão de todos os procedimentos do ato de infração.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.