O volume de tráfego de carretas na BR-163 em Mato Grosso não sofreu variação considerável na última semana. No geral, porém, houve uma pequena queda de 2,3% no total de veículos que circularam na rodovia, puxada pela redução de 4,6% no tráfego de veículos leves. Os dados comparam o período de 22 a 28 de fevereiro com a semana anterior, de 15 a 21 de fevereiro.

No trecho sul da rodovia, entre os municípios de Cuiabá e Itiquira, houve aumento de aproximadamente 2% no tráfego de carretas.

Entretanto, o trecho norte da BR-163, de Diamantino a Sinop, registrou uma redução média de 8 pontos percentuais entre uma semana e outra. O boletim semanal do Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea) indicou que o médio-norte do Estado, por onde passa esse trecho da BR-163, apresentou evolução menor na colheita em comparação com as demais regiões do Estado. De acordo com o Instituto, a desaceleração foi influenciada pelas chuvas registradas na região na última semana.

Leia também:  Seleção para estagiários do curso de Direito no MPC-MT segue até 10 de novembro

Com relação ao número de acidentes envolvendo carretas e caminhões, o Sistema de Atendimento ao Usuário (SAU) da Concessionária Rota do Oeste registrou redução de 28,9%, passando de 38 acidentes para 27. Ao todo, os acidentes envolvendo todos os tipos de veículos passou de 63 para 54 ocorrência, queda de 14,2%.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.