O ex-campeão dos médios do UFC, Chris Weidman, relembrou um pouco sobre sua primeira vitória sobre Anderson Silva, quando o brasileiro perdeu o título dos médios para o norte-americano, em 2013. Weidman disse ter visto “medo nos olhos do brasileiro”.

“Pra dizer a verdade. Voltando para as outras lutas dele, ele colocava as mãos para baixo, ele deixava as pessoas baterem nele. As pessoas achavam que as bochechas dele eram indestrutíveis. Ele provavelmente pensava isso e por isso ele colocava as mãos para baixo e lutava com muita confiança. Depois que eu bati nele a primeira vez, na derrota, mas voltando pro primeiro round da segunda luta, eu entrei com um gancho e, não foi o maior do mundo, mas ele caiu”, relembrou Weidman ao Fox Sports.

Leia também:  Luverdense fica no empate com o Paraná

“Naquele momento alguma coisa aconteceu quando eu bati em seu rosto. Não era tão forte como costumava ser. Eu me lembro de ir para o segundo round da luta, logo antes dele quebrar a perna, eu fiquei olhando para ele e pude ver medo e incerteza nele. Tenho certeza que minha luta com ele o mudou”, completou o lutador.

Weidman ainda acredita que Anderson Silva ganhou sua última luta, contra Michael Bisping, diferente do que os juízes entenderam. Bisping venceu por decisão unânime. “Eu acho que o Bisping fez o seu melhor trabalho, mas eu ainda acho que ele perdeu a luta. Eu olhei a luta novamente e eu olhei round por round. Eu ainda acho que Bisping perdeu, mas bom para ele”, completou.

Leia também:  Luverdense perde do Inter com gol polêmico no final
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.