Olá Pessoal!

Nesse olhar magnífico que as penas de um pavão traz para a decoração, tudo fico muito mais bonito, muito mais exuberante, muito mais conceitual, sofisticado e exótico.

01

Uma mania que não vai sair de moda tão cedo. Mas é mais do que juntar poás-xadrez-floral, é preciso reinventar e buscar misturinhas pra lá de originais, sempre com algum detalhe em comum.

pavão 2

Imagine a beleza das cores das penas de um pavão, passeando entre o azul e o verde metálico, um pouco de branco, uma pitadinha de amarelo. Exibicionista, até o próprio pavão sabe a beleza que tem e não perde nenhuma oportunidade de se mostrar todo lindo por aí.

Curiosidade:

Na cultura popular, o pavão sempre foi tido como “exibido”. Afinal, como definir de outra maneira esse animal que tem um andar altivo e que abre sua cauda só para exibir um punhado de penas bonitas? E a gente precisa admitir: são mesmo bonitas. A forma parecida com um olho que se repete incansavelmente nelas já inspirou muitas lendas e mistérios.

Os próprios hábitos do pavão fizeram surgir várias teorias a seu respeito. A simbologia relacionada ao nosso amigo de penas bonitas muda de acordo com a cultura de cada povo.

  • O pavão é considerado a ave nacional da Índia. Na China e no Vietnã, ele é um símbolo de prosperidade e fertilidade.
  • Já no cristianismo, ele representa a ressurreição e a imortalidade. Por sua beleza exuberante, esse animal era levado para muitos templos e jardins reais, especialmente na Ásia, o que o fez um ícone de nobreza e poder. Além disso, o processo de troca de suas penas, que caem a cada inverno e nascem novamente na primavera, também se tornou um símbolo de renovação e de mudanças favoráveis.03

O pavão, conhecido por sua famosa cauda colorida, estampa um dos modelos em tons de verde e azul. Para compor, outra almofada ganha estampa inspirada na exuberância de suas penas.

05

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.