Foto: assessoria
Foto: assessoria

O município de Alto Araguaia (415 km de Cuiabá) tem um novo aliado no combate à dengue: a crotalária. Um trabalho de parceria entre as secretarias municipais de Agricultura e Meio Ambiente resultará no plantio de cerca de 500 crotalárias em espaços públicos. A planta, que na fase adulta pode chegar a até três metros de altura, atrai os predadores do mosquito Aedes aegypti, transmissor da doença, zika vírus e a febre chikungunya.

O plantio começou pelas escolas municipais José Inácio Fraga e Maria Júlia de Almeida. O Estádio Antônio Afonso de Melo também foi alvo da ação. A ação segue no município. O secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano, Jéfferson Luiz Berigo, é que coordena a ação.

Leia também:  Inscrições do concurso público da UFMT já estão abertas

Ele explicou que a plantas levam cerca de dois meses para atingir a fase adulta. A crotalária serve de alimento para a libélula, um inseto que é predador natural do Aedes aegypti. Assim que atinge o período de floração, a planta atrai a libélula, que põe seus ovos em água parada e limpa, da mesma maneira que o mosquito. Os ovos da libélula nascem, viram larvas, que se alimentam de outras larvas, inclusive do Aedes, evitando a proliferação do mosquito.

A primeira ação neste sentido foi a distribuição de 240 quilos de sementes e cerca de 10 mil mudas da crotalária. O secretária explicou que ainda está à disposição dos moradores uma boa quantidade de mudas. “As crotalárias são pouco exigentes e crescem facilmente, só precisam de um espaço com luz solar e regas regulares. Podem ser cultivadas em vasos ou direto no solo. O mais importante é que trata-se de mais uma arma no combate à doença. A cidade ganha e o mais importante é que a saúde também ganha”, explica o secretário.

Leia também:  Denúncias à ouvidoria da Ager podem ser feitas via WhatsApp
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.