Quatro dias após o lançamento de seu mais novo álbum, “Lemonade” – que contou com um especial de 12 clipes inéditos exibidos na HBO – Beyoncé deu início a “Formation Tour’ na noite desta quarta-feira, com um show em Miami. A primeira parte da turnê terá 41 apresentações até o começo de agosto, nos Estados Unidos e na Europa.

No show, Beyoncé cantou vários de seus principais hits, como “Formation”, “Sorry”, “Run the world”, “Baby Boy” e “Crazy in love”. Jay-Z, marido da cantora, foi fotografado pouco antes do show, mas, ao contrário do que muitos fãs esperavam, o rapper não subiu ao palco. No entanto, a Beyoncé dedicou a romântica “Halo”, música que encerrou a apresentação, a ele.

Leia também:  Quem é Cardi B, a rapper que destronou Taylor Swift do topo das paradas dos EUA

“Eu quero dedicar esta música ao meu lindo marido. Eu te amo tanto. Blue (filha do casal), eu tabmém te amo demais”, disse a cantora, que ainda homenageou o músico Prince, morto na semana passada, cantando “Purple Rain”. “Obrigada por sua linda música”, disse.

Mesmo antes de começar, o concerto já estava nos trending topics do Twitter, muito em função de um forte trabalho de divulgação nas redes sociais, em resposta a um boicote convocado por sindicatos policiais e políticos da ala mais conservadora dos Estados Unidos.

A ação foi motivada pela apresentação de Beyoncé no SuperBowl deste ano, onde a cantora e seu balé se vestiram como o movimento “Panteras Negras”, que lutou contra o raciismo nos EUA a partir dos anos 1960.

Um vídeo publicado por Beyoncé (@beyonce) em

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.