Foto: reprodução
Foto: reprodução

Mais de 17 mil casos de dengue foram registrados em Mato Grosso neste ano. Um aumento de 191% comparado ao mesmo período no ano passado que teve 5.909 notificações. O número é praticamente três vezes maior que no ano passado.

 Em relação ao Zika Vírus, já são mais de 15,8 mil, mas este número ainda pode sofrer alteração, segundo a segundo a Secretaria do Estado de Saúde (SES) devido ao atraso das atualizações dos sistemas de informação dos municípios.

No ano passado, foram notificados 9.123 casos da doença. Até o momento, segundo a SES, 66 municípios estão classificados como alto risco de transmissão da doença. Com relação a febre chikungunya, em comparação ao ano passado também houve aumento.

Leia também:  Secitec prorroga inscrições para MT Enem 2017

Até o momento, são 810 os casos suspeitos da doença, com incidência de 25 casos por 100 habitantes. Em 2015, foram 316 casos. Segundo a SES, 87 municípios neste ano não foram notificados com casos de febre chikungunya.

Conforme o boletim, o Estado deve estar em alerta com o aumento de notificações de casos suspeitos das três doenças.

A SES recomenda às secretarias municipais que mantenham a rede atenta para o diagnóstico precoce da doença e o manejo correto, para que mortes sejam evitadas.

Além disso, estão sendo realizadas atividades de vistoria, orientação e prevenção, principalmente nos municípios silenciosos e de maior incidência.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.