Em todos os anos eleitorais, na última semana antes do fechamento do cadastro eleitoral, centenas de pessoas buscam os serviços da Justiça Eleitoral, provocando filas e, não raro, reclamações por conta da demora no atendimento. Contudo, é importante ressaltar que a estrutura da Justiça Eleitoral estava disponível para atender aos eleitores desde a reabertura do cadastro eleitoral, em novembro de 2014. No 2º semestre do ano passado, quando Cuiabá já realizava o cadastro biométrico dos eleitores, boa parte dos guichês instalados na Casa da Democracia permaneceram ociosos, apesar das inúmeras matérias veiculadas pela imprensa de Mato Grosso (parceira da Justiça Eleitoral nesta divulgação) sobre o serviço disponibilizado pelo TRE-MT.

Leia também:  BR-364 é interditada entre Rondonópolis e Cuiabá nesta terça

Nesta última semana, aumentou exponencialmente a demanda. Em Cuiabá, por exemplo, 791 eleitores compareceram à Casa da Democracia somente quinta-feira, 27 de abril. Em Várzea Grande foram atendidos 440 eleitores no mesmo dia. O Cadastro Nacional de Eleitores será fechado no dia 4 de maio, próxima quarta-feira.

O cenário demonstra, mais uma vez, que os eleitores deixaram para comparecer nos últimos dias antes do fechamento do cadastro eleitoral, dificultando os trabalhos da Justiça Eleitoral que, apesar dos esforços, tem capacidade limitada de mão-de-obra e kits biométricos disponíveis para absorver tamanha demanda em um curto espaço de tempo.

Entre os esforços do TRE-MT para atender os eleitores está a ampliação do horário de atendimento. Desde o dia 25 de abril e até 4 de maio, todos os cartórios eleitorais estão atendendo em período integral, das 7h30 às 17h30, sem intervalo para o almoço. No sábado (30) haverá plantão em 41 municípios.

Leia também:  Governo do Estado inaugura escola militar em Juara

Eleitores com situação regular não precisam comparecer neste momento
Pelo menos 30% dos eleitores que estão buscando a Justiça Eleitoral nos últimos dias o fazem sem necessidade, pois estão com sua situação regular e votariam normalmente em outubro, mesmo sem ter feito o cadastro biométrico.

“Há eleitores que vem apenas para fazer o cadastro biométrico. Outros deixam para procurar a Justiça Eleitoral nos últimos dias, apenas para mudar o local de votação, de um bairro para outro, ou para atualizar o cadastro. Estes eleitores poderiam ter comparecido nos meses anteriores. Como o aumento da demanda nestes últimos dias, orientamos estes eleitores para virem depois da eleição, quando o cadastro nacional será novamente reaberto, com prazo de vários meses para concluir o atendimento em Cuiabá”, informou a servidora Helma Martins, responsável pela organização dos trabalhos na Casa da Democracia.

Leia também:  Denúncias à ouvidoria da Ager podem ser feitas via WhatsApp
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.