Energia elétrica foi a principal reclamação recebida no Procon - Foto: Ilustrativa
Energia elétrica foi a principal reclamação recebida no Procon – Foto: Ilustrativa

O Procon Estadual registrou 3.075 atendimentos em março deste ano do consumidor mato-grossense. Por meio do Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor (Sindec) foram 2.450 registros, enquanto que pelo atendimento online – http://www.consumidor.gov.br– foram 625 reclamações em Mato Grosso.

No Sindec, o campeão de reclamações foi o setor “Serviços Essenciais”, com 1.313 reclamações. Liderando o setor está a categoria “Energia Elétrica”, com 636 atendimentos, seguido por “Água e Esgoto”, que teve 362 registros. A terceira posição ficou com “Telefonia Celular”, com 220 reclamações.

Em segundo lugar está o setor “Produtos” com 384 reclamações, registrando 78 procedimentos para a categoria “Telefone” (Convencional, Celular, Interfone, etc.), 21 para “Internet” e 20 para “Microcomputador/produtos de informática”.

A área “Assuntos Financeiros” ocupa o terceiro lugar do ranking, com 370 atendimentos: 93 para a categoria “Banco Comercial”, 88 para “Cartão de Crédito” e 59 para “Financeira”.

Leia também:  Liminar suspende leis que dispensavam licenciamento para pequenas pisciculturas

Já o setor “Serviços Privados”, com 315 registros, está na quarta posição, com 139 procedimentos para a categoria “TV por Assinatura”, 46 para “Escola” (ensino fundamental e médio e Superior) e 32 para “Cursos Livres/Outros”.

O setor “Habitação” está em quinto lugar, registrando 38 reclamações. Seguido pelo setor de “Saúde” com 27 reclamações. A última posição do ranking é ocupada pela categoria “Alimentos”, que teve três registros.

Integram o banco de dados do Procon-MT os registros efetuados na sede do órgão e nos postos de atendimento do Ganha Tempo da Praça Ipiranga, da Assembleia Legislativa e do Ganha Tempo do Várzea Grande Shopping.

Atendimento online

Por meio da plataforma http://www.consumidor.gov.br o Procon registrou 625 reclamações em Mato Grosso. A área “Telecomunicações” lidera o ranking com 336 registros; em segundo lugar estão os “Serviços Financeiros”, com 136 reclamações; e em terceiro “Produtos de Telefonia e Informática”, com 78 registros. A quarta posição da plataforma é ocupada pela categoria “Produtos Eletrodomésticos e Eletrônicos”, que recebeu 30 reclamações, seguido de “Demais produtos” que, com 18 registros, ocupa o quinto lugar.

Leia também:  Inscrições para expositores já estão abertas

Na sexta posição está a área “Transportes”, com doze reclamações; e em sétimo a área “Demais Serviços”, que teve dez registros. A área “Água, energia e gás” teve três reclamações e “Turismo/viagens” registrou duas reclamações. Já as áreas “Alimentos”, “Educação”, “Habitação” e “Saúde” não tiveram reclamações no mês de março na plataforma http://www.consumidor.gov.br.

Foto: Divulgação
Sede do Procon – MT – Foto: Divulgação

Serviço

O Procon-MT é um órgão vinculado à Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh) e atende em sua sede estadual na Avenida Historiador Rubens de Mendonça, nº 917, Edifício Eldorado Executive Center – Bairro Araés, de segunda a sexta-feira, das 08h às 18h. Para registro de reclamações, audiências, consulta de processos e protocolo de documentos, o consumidor pode procurar a sede do Procon-MT, de segunda a sexta-feira, das 08h30 às 17h30.

Leia também:  Mais de 120 mulheres foram violentadas em MT nos primeiros sete meses deste ano

No posto no Ganha Tempo da Praça Ipiranga, o atendimento ao público é de segunda a sexta-feira, das 07h30 às 18h30, e aos sábados, das 07h30 às 12h. Nos postos da Assembleia Legislativa e do Ganha Tempo do Várzea Grande Shopping, o atendimento é de segunda a sexta-feira (das 07h às 18h na AL e das 9h às 19h no VG Shopping). Outras informações podem ser obtidas pelos telefones 151 ou (65) 3613-8500.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.