Cinco mandados de prisão preventiva e dois de busca e apreensão relacionados a investigações de crimes de invasão e “grilagem de terras” foram cumpridos pela Polícia Judiciária Civil, entre os dias 27 e 28 de abril, em uma operação deflagrada pela Delegacia Regional de Confresa (1.160 km a Nordeste. Um dos alvos da ação foi o ex-prefeito da cidade de Confresa, Iron Marques Parreira, conhecido como “Dr. Iron”.

Além do político, tiveram a prisão cumprida, Alionais Gonçalves Chaves Correa, 48, Antonio Luiz dos Santos Cardoso, 51, Edilson Soares Batista, 33, o “Negão” e Wederson Alves Fagundes, 29, conhecido como “Rogério”. Todos os suspeitos foram indiciados em inquérito policial pelos crimes de organização criminosa, porte e disparos de arma de fogo, esbulho possessório e extorsão.

Leia também:  Assaltante foge após cometer dois crimes em menos de 1 hora

A operação de nominada “Grileiros” foi desencadeada pelas delegacias dos municípios de Vila Rica, Confresa e Porto Alegre do Norte, sob coordenação do Núcleo Especializado de Investigações Criminais (Neic), da Delegacia Regional de Confresa.

A operação teve como base investigações de um crime de homicídio, ocorrido em outubro de 2014, na Fazenda Betel, Funas, zona rural de Canabrava do Norte, que identificaram a atuação de organizações criminosas no financiamento e invasão de terras naquela região. Além dos cinco suspeitos que tiveram as ordens de prisão cumprida, foram apreendias uma espingarda calibre 20, um revólver calibre 38 e munições.

Participaram da operação um total de trinta policiais civis, coordenados pelos delegados Gutemberg de Lucena, André Rigonato e Marcelo Maidame.

Leia também:  Três são presos após assalto à agência dos Correios em Juscimeira
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.