Prefeita de Poxoréu, Jane Lopes, em seu gabinete - Foto: Varlei Cordova / AGORA MT
Prefeita de Poxoréu, Jane Lopes, em seu gabinete – Foto: Arquivo / AGORA MT

A prefeita de Poxoréu, Jane Maria Sanches Lopes (PSD), terá que prestar esclarecimentos à Justiça sobre um pagamento feito para a empresa de serviços gráficos, N.L. Mattos, em um montante de mais de R$ 230 mil. Acontece que o Ministério Público Estadual (MPE), por meio da promotora de Justiça Nayara Roman Mariano, instaurou um inquérito civil para apurar esse pagamento, já que há indícios de que a empresa seja fantasma.

O MPE também arrolou a Câmara Municipal de Poxoréu para que seja apresentado uma cópia de todos os documentos relativos à contratação da empresa. Em defesa, a prefeita teria dito que não se recorda dessa empresa e que é possível que tenha recebido a notificação sobre o caso, já que diariamente chegam ações do MPE à prefeitura, mas que são encaminhados ao jurídico.

Leia também:  Desembargador manda soltar Luiz Soares

Em outra ocasião a prefeita Jane foi alvo de inquérito civil por parte do MPE por indícios de que seu marido e ex-gestor do município, Lindberg Ribeiro Nunes Rocha, influencia e administra a cidade, mesmo sem exercer qualquer função no Executivo (leia aqui).

Leia Também – Moradores de Poxoréu pedem a saída de Jane 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.