Uma mulher de 50 anos morreu após ser espancada pelo ex-marido em Nova Andradina, distante 301 km de Campo Grande (MS). A vítima chegou a ficar internada no hospital, mas não resistiu. O suspeito fugiu após o crime

Foto: Reprodução/ Facebook
Foto: Reprodução/ Facebook

Andreia Regina Moreira Nunes era natural de Presidente Prudente, interior de São Paulo, e morava em Nova Andradina

Segundo o portal Diário Digital, na tarde da última sexta-feira (8), a vítima havia locado um táxi para ir até a casa de seu ex-marido Djalma Marinho Umburana, de 47 anos, mais conhecido como “Titinha”, para retirar alguns pertences que ela tinha na casa

Ao chegar no endereço, Djalma teria retirado a mulher do táxi agredindo-a com chutes na cabeça. O taxista saiu do local e avisou a polícia

Leia também:  Policial reage a tentativa de assalto e mata bandido em São Paulo

A mulher foi socorrida para o Hospital Regional e, após receber atendimento médico, foi transferida

Andreia ficou em coma profundo por seis dias e morreu no Hospital da Vida em Dourados

Djalma que está foragido, desde o dia do crime. Ainda segundo o Diário Digital, a delegada titular da DAM (Delegacia de Atendimento à Mulher) pediu a prisão preventiva do suspeito

A ocorrência foi registrada como feminicídio, violência doméstica e familiar na forma tentada.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.