(Foto: Santa Fe Police Department/AP
(Foto: Santa Fe Police Department/AP

Um paramédico de Santa Fe, no estado do Novo México (EUA), foi preso acusado de roubar o cartão de débito de um paciente que morreu e ter gastado US$ 11.217 (cerca de R$ 40 mil) em compras, segundo a imprensa americana.

Michael John Harcharik, de 31 anos, tinha participado do atendimento de Allan Pearson, de 76, após o idoso passar mal em sua casa. Pearson não resistiu e acabou morrendo. No entanto Harcharik aproveitou para roubar seu cartão.
A fraude foi descoberta quando a filha de Pearson procurou a agência bancária para fechar a conta dele. Ao descobrir que haviam sido feitas várias transações no cartão de débito após a morte de seu pai, ela avisou a polícia.

Leia também:  Criança brasileira com paralisia cerebral faz cirurgia nos EUA e já movimenta as pernas

Os investigadores conseguiram identificar, a partir de imagens de câmeras de vigilância de lojas onde o cartão foi utilizado, o responsável pela fraude. Harcharik foi levado para a cadeia do condado de Santa Fe ao ser preso.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.