O policial militar Vinício Ferreira Rosa acusado em 2002 de participar de uma quadrilha que praticava roubos e furtos foi expulso da corporação nessa terça-feira (12) pelo comandante-geral da corporação, coronel Gley Alves. A decisão foi publicada no Diário Oficial do Estado.

Segundo a denúncia ao Ministério Público (MP), o ex-PM junto com outros cinco suspeitos, foram acusados de roubarem uma carreta que transportava 35 mil litros de óleo diesel na cidade de Alto Garças (MT). Vinício era o responsável por escolher a vítima e o receptador do produto roubado, além de dar cobertura policial aos criminosos.

O crime só foi descoberto em uma abordagem policial, onde encontraram junto a algum dos suspeitos armas e munição. Com isso, após serem presos, confessaram o crime e os nomes dos envolvidos no roubo.

Leia também:  Mulher é morta a facadas durante a madrugada em Mirassol D'Oeste

O ex-PM além de ser exonerado, terá de cumprir ao menos seis meses em regime fechado e terá de pagar 30 dias-multas com serviços voluntários.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.