Em interrogatório na Delegacia da Polícia Judiciária Civil de Sorriso (442 km ao Norte), o jovem Leonardo Ramos, 19, demostrou extrema frieza ao confessar o homicídio da própria irmã, na madrugada de domingo (10). O suspeito é usuário de drogas e assassinou a irmã a facadas por ela ter se recusado a lhe emprestar dinheiro.

Após ser interrogado, o suspeito foi autuado em flagrante pelo crime de homicídio qualificado. A vítima trabalhava como vigilante em uma empresa de segurança da cidade.

O crime aconteceu na residência da vítima, no bairro Rota do Sol, em Sorriso. A vítima, Elen Gomes, 24, foi morta ao lado da filha de apenas 3 anos, sendo atingida por golpes de faca enquanto dormia. O corpo foi encontrado em uma cama, em um dos quartos da casa, com cortes profundos no pescoço e em outras partes.

Leia também:  Quadrilha armada aterroriza família durante assalto em residência

Segundo a Polícia, o suspeito matou a irmã e em seguida roubou uma quantia em dinheiro. Após o crime, testemunha viram o suspeito em uma boate da cidade, onde teria gastado mais de R$ 500. O jovem foi preso, na manhã de domingo (10), em um mercado no mesmo bairro em que praticou o crime.

Durante o interrogatório, conduzido pelo delegado Pablo Borges Rigo, o suspeito confessou a autoria do homicídio e demonstrando extrema frieza contou detalhes de como executou a irmã. “Ele afirmou que fechou a boca da vítima para que ela não gritasse e em seguida passou a faca em seu pescoço. O suspeito pegou o dinheiro da irmã, lavou a faca e foi se divertir em um clube de festas na região leste”, relatou o delegado.

Leia também:  Mulher é detida por embriaguez e por não respeitar a lei do silêncio
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.