Foto: AP Photo/Dolores Ochoa
Foto: AP Photo/Dolores Ochoa

O número de mortos pelo forte terremoto de 7,8 graus de magnitude que atingiu o Equador na noite de sábado subiu para 413, informou nesta segunda-feira (18) o ministério de Coordenação de Segurança do país. “Segundo fontes oficiais no momento são contabilizadas 413 pessoas mortas”, afirma nota do ministério.

As equipes de emergência tentavam intensificar nesta segunda a busca de sobreviventes sob os escombros provocados pelo tremor, que deixou um rastro de destruição na costa do país.
Os sobreviventes também procuram de maneira desesperada os parentes desaparecidos.

(Foto: Rodrigo Abd/AP
(Foto: Rodrigo Abd/AP

A ajuda internacional começou a chegar ao país para colaborar nas tarefas de resgate, que prosseguem apesar da falta de energia elétrica em algumas zonas da província de Manabi, na costa oeste, a mais afetada pelo desastre, segundo a France Presse.
O terremoto foi o mais forte desde 1979 teve uma duração de aproximadamente um minuto e afetou seis províncias da costa equatoriana, de norte a sul.

Leia também:  Embarcação naufraga e deixa dezenas de mortos na Índia

“Foi horrível, é a primeira vez que sinto um terremoto como este, acho que durou um minuto e meio. Parecia que a casa iria cair. Estou surpresa, não imaginava que essa cidade ficaria assim”, declarou Bibi Macontos, de 57 anos.

Foto: Lalo Calle/Reuters
Foto: Lalo Calle/Reuters
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.