E o que a coluna Bastidores já tinha anunciado no dia 11 do mês passado, leia aqui, acaba de ser confirmado pelo apresentador de TV e suplente de vereador, Carlos Vanzelli (PSDB), em sua página no Facebook.

Face Vanzelli

A decisão apesar de legal contraria um acordo, que segundo fontes da coluna, existiria entre os vereadores que deixaram os seus partidos e migraram para o PSDB e Cadidé. Apesar de ninguém confirmar esse acordo, o que a coluna pode apurar é que Cadidé não seria candidato à reeleição e permaneceria no governo Taques no cargo de secretário adjunto de infraestrutura.

Com o retorno de Cadidé, alguns novos tucanos podem dizer praticamente adeus a reeleição e o clima deve ficar quente no ninho, já que para pelo menos um desses novos emplumados o destino final deve ser o ostracismo político e a certeza de que a vingança vem à cavalo, já que em passado recente o novo tucano se negou a cumprir um acordo de rodízio com os seus suplentes.

Leia também:  Bezerra pode concorrer ao senado
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.