cachosImagine você abandonar de uma hora para outra todos os seus hábitos de beleza para cuidar dos cabelos, seu antigo visual e rotina de alisamento para encarar alguns meses, às vezes anos, de pura rebeldia e paciência até que seus fios de cabelo estejam completamente renovados. Só que tem coragem de enfrentar, sabe a dificuldade que é se sentir bem com o visual meio crespo meio liso.

Por isso, algumas dicas e relatos pessoais são bem importantes nesse momento, para que você resista aos meses de espera pelo crescimento dos fios até que haja renovação completa dos cabelos crespos naturalmente.

Para encarar a transição capilar, é preciso:

1. Ter um bom motivo
Não pode ser por conta da tendência, da praticidade (porque nem sempre é mais fácil cuidar de cabelos crespos), mas sim, para aceitar a sua verdadeira essência e beleza interior. Você tem que estar realmente disposta a passar por isso.

Leia também:  Veja os benefícios da borra de café nos cuidados com a pele | Moda e Beleza

2. Partir de você
Para atravessar a transição e aceitar esse novo visual, isso tem que partir de você. Tem que ser uma escolha e opção sua e esse desejo precisa ser muito forte em você para conseguir enfrentar esse período difícil sem desistir, recorrer às químicas e excessos de temperatura, na escova e chapinha.

3. Buscar inspirações
Pode ser uma youtuber, uma blogueira, uma artista que tenha o cabelo cacheado parecido com o seu. Se você tiver exemplos de madeixas que tenham a mesma textura que a sua para se inspirar, se apoiar e resistir à tentação de alisar de novo.

4. Evitar a chapinha
Se você já está passando por um momento difícil de rebeldia dos fios, de frizz e manobras para ter que disfarçar tudo isso, tente resistir ao uso de secador e chapinha. Senão, depois de remover toda a química você ainda terá que fazer mais essa transição, com os novos fios.

Leia também:  Dermatologista explica como manter a pele saudável com produtos naturais | Moda e Beleza

5. Usar acessórios
Aproveite para abusar de acessórios de disfarcem a raiz, como lenços, turbantes, tiaras e até bonés. E claro, muito coque alto, fofinho, desfiado, desestruturado. É a sua chance de ousar e pôr a criatividade para funcionar, literalmente, na cabeça.

6. Cortar um pouco
Não precisa cortar ‘joãozinho’, e não necessariamente você precisa enfrentar o big chop (“o grande corte”) de uma vez. No entanto, se você tem o cabelo longo, ao reduzir um pouco o comprimento, você pode estimular o crescimento com mais força e diminuir o tamanho desse contraste aos poucos.

7. Hidratar e fazer fitagem
Cabelo em transição precisa ser bem tratado com hidratação e nutrição para que os fios se renovem e se reestruturem dia a dia. Mesmo que no começo eles não formem cachos, você deve continuar tentando, realizando fitagens, sendo persistente. Não é na primeira vez que ele vai ganhar definição, mesmo após o big chop.

Leia também:  Sabia que seu quadril vai determinar o tamanho ideal da sua bolsa
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.