Santa Casa de Rondonópolis
Médicos estão em greve após atrasos nos repasses – Foto: Agora MT

Os vereadores de Rondonópolis devem aprovar na sessão ordinária realizada na tarde desta quarta-feira (20), na Câmara Municipal, o projeto de repasse para a Santa Casa e Maternidade. Os repasses por parte do município ultrapassam os R$ 900 mil.

Desde ontem (19), os médicos da instituição cruzaram os braços e ameaçaram retornar os serviços só após receberem no mínimos, os meses atrasados.

Ver Reginaldo Santos - Foto : Varlei Cordova / AGORA MT
Vereador Reginaldo Santos argumenta que o município tem que pagar já que contratou o serviço – Foto : Varlei Cordova / AGORA MT

Para o vereador Reginaldo Santos (PPS), a decisão deve ser unânime por parte da Casa de Leis. Ele entende que a responsabilidade dos procedimentos de alta complexidade é do Estado, mas como o município contratou alguns serviços deve tratar dos repasses. “O projeto já se encontra hoje para ser votado, no mais tardar na segunda-feira a prefeitura deve pagar a Santa Casa em uma parcela única,” declarou o vereador.

Leia também:  Inscrições abertas para o 3º Fórum Meninas Digitais

O representante da Casa de Leis, Jailton do Pesque Pague (PDT), explicou que era necessária a liberação do repasse por parte do Conselho de Saúde, que foi aprovada durante a sessão extraordinária na segunda-feira (18).

Foto: Ronaldo Teixeira / AGORA MT
Vereador Jailton Pesque Pague  afirmou que o Estado irá fazer o repasse  – Foto: Ronaldo Teixeira / AGORA MT

“Nós nos reunimos, o projeto já está autorizado, já vai ser votado. A parte do Estado, eu falei com a secretária adjunta Salete, o dinheiro já está empenhado para Santa Casa. Eles estão reunidos agora lá na Secretaria de Estado para aumentar a parte dos repasses para as UTIs, agora só depende liberação, da parte burocrática,” disse o vereador.

Segundo o vereador assim que aprovado o projeto na Câmara,  o prefeito imediatamente deve resolver a situação com a Santa Casa.

Leia também:  Justiça bloqueia bens de ex-prefeito de Rondonópolis e outros 4 por irregularidades em obras
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.