Os empresários de Rondonópolis estão na expectativa com a chegada do Dia das Mães. Este é o segundo período onde os comerciantes mais lucram, perdendo apenas para o Natal. Esse otimismo foi verificado pelo levantamento feito pelo Instituto de Pesquisa ACIR (IPA) que ouviu cerca de 80 empresários de vários segmentos, 86% dos entrevistados afirmaram estar otimistas com as vendas.

Mesmo com a dificuldade financeira vivenciada pelos brasileiros, os empresários rondonopolitanos acreditam que as mães não ficar sem presentes esse ano. A maioria deles (68%) respondeu que espera vender mais que no ano passado, 19% acredita que as vendas serão iguais as de 2015.

Os valores dos presentes, na visão dos comerciantes, serão generosos. A expectativa dos entrevistados é vender artigos com valor acima de 200 reais, conforme respondeu a maioria deles (30%). A pesquisa aponta que 17% deles acreditam na venda de produtos que custam entre 111 e 140 reais e 14% produtos que custam até 80 reais.

Leia também:  IBGE estima queda de 9,2% na safra de cereais de 2018

Em relação à forma de pagamento que o consumidor deverá utilizar, os empresários que participaram da pesquisa disseram que a maioria dos pagamentos deverá se efetuada com cartão de crédito parcelado (58%). Apenas 19% acreditam que receberão pelos presentes das mães em dinheiro e 7% em cartão de débito.

Apesar de ser uma data que promete aquecer as vendas, pouco mais da metade dos entrevistados (52%) afirmaram que vão fazer promoções como forma de aumentar as vendas.

A pesquisa revelou ainda que a estratégia mais utilizada pelos empresários para atrair clientes é vitrine criativa (58%). 10% vão caprichar no atendimento dos clientes para garantir as vendas e 6% vão oferecer prazos de pagamento.

Leia também:  Produção de petróleo e gás natural cresce no país em setembro

Mesmo com o otimismo em relação a expectativa de vendas, o momento não vai contribuir para a recolocação de profissionais no mercado, visto que somente 4% responderam que vão contratar funcionários temporários. A grande maioria (95%) vai manter o quadro de colaboradores e 1% ainda não tinha definido quando respondeu a pesquisa.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.