Foto Divulgação
Foto Divulgação

Uma jovem veterinária da  Indonésia morreu depois de ser pisoteada por um elefante de Sumatra que estava sob seus cuidados, anunciaram nesta quarta-feira as autoridades do arquipélago do sudeste asiático.

Esthi Octovia Hapsari, de 24 anos, trabalhava em um centro turístico da ilha de Java.

“De repente, o elefante se tornou violento. Lançou longe o cuidador que estava montado nele e em seguida se voltou contra Esthi e a pisotiou, que estava de pé ali perto”, declarou o chefe do centro turístico de Gajah, Mungkur Dam, onde ocorreu o incidente.

Foi aberta uma investigação para esclarecer por que este elefante de 5,5 toneladas, que já havia atacado anteriormente cuidadores, se tornou subitamente violento.

Leia também:  Turista brasileiro morre durante protesto de taxistas em Santiago

O elefante de Sumatra é uma espécie em risco de extinção, segundo a Associação para a Defesa da Natureza (WWF), devido à caça e à destruição da selva, seu habitat natural, em benefício das plantações e das zonas residenciais.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.