Moradores protestam contra o fechamento de retorno na BR-364 - Foto: Varlei Cordova/ AGORA MT
Moradores protestam contra o fechamento de retorno na BR-364 – Foto: Varlei Cordova/ AGORA MT

Moradores realizam mobilização na BR-364 na manhã dessa quarta-feira (18), para reclamarem do fechamento de um retorno que liga vários bairros de Rondonópolis (MT). Segundo os moradores, todos são obrigados a percorrer 4 km para pegar outro retorno, que de acordo com eles é perigoso e já aconteceu diversos acidentes.

Moradores protestam contra o fechamento de retorno na BR-364 - Foto: Varlei Cordova/ AGORA MT
Moradores protestam contra o fechamento de retorno na BR-364 – Foto: Varlei Cordova/ AGORA MT

Para a população da região da Vila Gleba Rio Vermelho, Gleba União, Vila Rica, Jardim Tancredo Neves, Rui Barbosa, Antônio Geraldini, entre outros bairros, que ficam às margens da BR-364, a medida gera prejuízos, já que ao longo da extensão dos bairros este é o único ponto que possibilita com mais facilidade e segurança ir a outros bairros e ao centro de Rondonópolis.

Segundo o morador da Gleba Rio Vermelho, Levi Rodrigues Santos, ele utilizava o retorno ao menos cinco vezes no dia e desde a segunda- feira (16), data em que foi realizado o fechamento do retorno, ele tem que percorrer 4 quilômetros a mais para realizar suas atividades diárias, “O fechamento desse retorno prejudica todo mundo, eu utilizava ele para ir ao mercado, levar minha mulher ao posto de saúde, para ir ao trabalho. Antes de fechar deveriam ter conversado com a população”, reclamou o morador.

Durante a manifestação, os moradores ameaçaram arrancar a grade que impede a passagem no retorno, mas foram orientados pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), que estava no local acompanhando e dando segurança ao movimento a pararem e esperar que o retorno seja aberto da maneira correta, sem vandalismo.

Segundo os presidentes de bairros que estavam na manifestação, no local era para ter concluído uma rotatória em 2015, mas as obras ainda não começaram a ser feita.

Após uma hora do início da mobilização, representantes da Rota do Oeste conversaram com os moradores e relataram para eles que a empresa irá liberar o retorno até amanhã.

Roda do oeste ouvindo os moradores da região sobre o fechamento da passagem na rotatória - Foto: Varlei Cordova/ AGORA MT
Rota do oeste ouvindo os moradores da região sobre o fechamento da passagem na rotatória – Foto: Varlei Cordova/ AGORA MT

 

Nota da Rota do Oeste

 

Sobre o bloqueio de retorno irregular no canteiro central do km 208 da BR-364, a Concessionária Rota do Oeste informa que foram instaladas defensas metálicas por medida de segurança, pois no local havia o cruzamento de veículos pesados com frequência, o que significava risco aos motoristas.

Como alternativa, os usuários da rodovia naquele trecho têm outros dois retornos disponíveis nas proximidades para operar a mudança de rumo com segurança. Há um retorno formal a 1 km ao norte e uma rotatória a 2 km ao sul do local bloqueado. A Concessionária recomenda que os motoristas utilizem sempre um destes dois dispositivos.

Por contrato, a Rota do Oeste tem obrigação de fechar os acessos irregulares na BR-163, conforme norma da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres). Esse ponto era considerado um ponto crítico de segurança na rodovia. Desde setembro de 2014 até esta quarta-feira (17/05), foram registrados no local 39 acidentes, sendo que 20 deles foram com vítimas.

Serão feitas aberturas nas defensas metálicas para permitir a passagem de pedestres aos dois lados da via.

 

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.