Foto: Lenine Martins/Sesp-MT
Foto: Lenine Martins/Sesp-MT

Polícia Judiciária Civil Regional de Primavera do Leste (MT) deflagrou a operação ‘Desajustados’, que identificou uma quadrilha de tráfico de drogas que agia na cidade de Campo Verde (a 131 km de Cuiabá). Serão cumpridos ao longo desta semana 11 mandados de prisão temporária de 30 dias e três mandados de condução coercitiva e de busca e apreensão. Até o momento sete pessoas já foram presas.

O ponto de partida da operação ocorreu em agosto do ano passado, com a prisão de três pessoas e a apreensão de sete quilos de substância análoga à maconha. Com um intenso trabalho investigativo de inteligência, a Polícia Judiciária Civil conseguiu cruzar dados e montar a rede de relacionamento e atribuição de funções entre cada indivíduo do bando acusado por tráfico e associação ao tráfico.

Leia também:  Polícia apreende arma e munições e homem é detido em residência no Jardim Iguassu

O delegado regional de Primavera do Leste, Fernando Vasco Spinelli Pigozzi, afirma que a operação Desajustados conseguiu de forma densa e bem construída realizar uma investigação pormenorizada, que culminou na prisão da cadeia de comando do tráfico na região de Campo Verde, com ramificações em Rondonópolis (212 km ao Sul). “Tratam-se de indivíduos que já possuem diversas passagens criminais por tráfico, com trânsito fácil nos meios criminosos. Alguns, mesmo em sistema de reclusão, continuam a praticar delitos e a chefiar traficantes de menor expressão”.

Parte da cadeia de comando criminosa agia dentro de uma unidade prisional em Rondonópolis. No local foram cumpridos dois mandados de prisão contra Adnilson Caetano e Jean Senger, ambos reclusos no sistema prisional.

Leia também:  Primavera do Leste | Jovem é assassinado a caminho do trabalho

O suspeito Gian Pedro Arruda teria cooptado o cunhado Fernando Feitosa de Campos para buscar a droga em Cuiabá, ambos foram presos em Campo Verde. Também foram cumpridos os mandados de prisão contra Alan Cristian, conhecido na região como “Dentinho”, Wudson de Oliveira e Tainá Angélica. Outros quatro mandados de prisão temporária serão cumpridos ao longo da semana.

De acordo com o delegado, os presos serão interrogados ainda nesta quarta-feira (11) e ao término do procedimento serão encaminhados ao presídio Mata Grande, em Rondonópolis.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.