Uma mulher sofreu um traumatismo craniano após ser atingida por uma garrafa durante uma briga no show do cantor sertanejo Gustavo Lima, em Anápolis, a 55 km de Goiânia. Nayane Maria da Costa estava com o marido quando começou uma discussão próximo a eles. O homem que arremessou o objeto ainda não foi localizado.

Reprodução
Reprodução

O show aconteceu na sexta-feira (18). O marido da vítima, Mateus Xavier, contou que eles estavam na área de camarotes da festa quando começou uma briga no camarote ao lado do que o casal estava. Ela ficou brava quando foi atingida por um copo de cerveja e revidou a agressão. Nesse momento um rapaz pegou uma garrafa de vidro e atirado contra a cabeça de Nayane.

Leia também:  Empresa desafia clientes a comerem maior quantidade de hambúrguer para ganhar R$ 4 mil

Já caiu desmaiada e sangrando pelo ouvido, com um corte bem profundo na cabeça. A partir daquele momento, eu entrei em defesa dela, fui agredido também e voltei para procurar atendimento para ela”, disse.
Mateus conta que houve demora no atendimento da esposa pelos socorristas que trabalhavam no show. Além disso, ele relata que não tinha policiamento no evento, apenas os seguranças contratados.
Mateus e os amigos decidiram levar Nayane para o Hospital de Urgências de Anápolis (Huana), mas, segundo o marido, o médico que a atendeu disse que o corte era superficial. “Logo em seguida, nós levamos ela para o [Hospital] Municipal, eles fizeram uma tomografia nela e foi constatado que ela teve um traumatismo craniano e um coágulo no cérebro”, lembra.

Leia também:  Criminosos encapuzados invadem casas da zona rural e matam 4 pessoas no RN
Foto: Reprodução/TV Anhanguera
Foto: Reprodução/TV Anhanguera

No sábado (18), ela foi transferida de volta para o Huana. Ela está em observação e deve passar por cirurgia. O estado de saúde dela é estável.
“Estou com medo por ela, porque a médica passou para a gente que ela pode, tanto ficar boa, quanto pode vir a óbito a qualquer momento”, disse Mateus.

Os organizadores do evento informaram que quatro socorristas trabalhavam no dia do show e que a vítima foi atendida por um deles. Eles relataram ainda que uma viatura do Corpo de Bombeiros que estava no local tinha acabado de sair para levar outra pessoa para o hospital quando Nayane foi agredida. Por fim, esclareceram quem dois carros da Polícia Militar faziam a segurança em volta do evento e que os produtores estão prestando toda assistência necessária para a família da mulher.

Leia também:  Homem diz ter problemas mentais após ser preso por agredir e tentar matar idosa
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.