O maior diamante bruto do mundo poderá render mais de R$ 230 milhões de reais no que promete ser um leilão sem precedentes, na noite desta quarta-feira, em Londres.

O Lesedi la Rona, que tem quase o tamanho de uma bola de tênis, foi escavado em Botswana, na África, em novembro.

O diamante bruto tem 1,109 quilates e especialistas acreditam que a pedra tenha mais de 2,5 bilhões de anos.

Foto: Sotheby's
Foto: Sotheby’s

Trata-se do maior diamante bruto já leiloado. A operação ficará a cargo da casa Sotheby’s.

David Bennett, diretor da divisão de joias da Sotheby’s, disse que a descoberta do Lesedi la Rona é o “achado de uma vida”.

“Todos os aspectos desse leilão são sem precedentes. Ele não é apenas superlativo em tamanho e qualidade, mas nada dessa escala foi a leilão antes”.

Leia também:  Alemão faz chamada alarmante para polícia ao confundir abobrinha com bomba

Segundo um estudo do Instituto Gemológico dos EUA, a cor e a transparência do diamante são típicos das gemas do tipo IIA – a classe das pedras consideradas mais puras quimicamente e conhecidas pela transparência ótica. Apenas 2% dos diamantes do mundo se encaixam nessa categoria.

O Lesedi La Rona é o maior diamante bruto encontrado em mais de 100 anos – ele mede 6.64 x 5.5 x 4.2cm.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.