A categoria estadual dos Escrivães da Polícia Civil de Mato Grosso decidiu em assembleia geral realizada ontem (28), deixar a greve dos servidores que reivindica o pagamento do RGA. Ao todo foram 28 dias de paralização da categoria.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Escrivães de Mato Grosso, Davi Nogueira, o fato de estarem voltando não significa que a mobilização parou, porém, segundo ele, a sociedade está sofrendo um prejuízo muito grande porque os inquéritos estão parados “O Governo está intransigente, há 20 dias que as negociações estão patinando” disse.

Mato Grosso conta hoje com 740 escrivães. Agora, 24 categorias que compõem o Fórum Sindical permanecem em greve.

Leia também:  Famílias de 10 municípios recebem cartão Pró-Família
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.