Um vídeo que mostra um gato “massageando” uma capivara na Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT), em Cuiabá, está fazendo sucesso na internet. A cena foi gravada segunda-feira (20) pela estudante de ciências biológicas da instituição, Amanda Sossai.

https://www.youtube.com/watch?v=_mRGTWwvmzA

Nas imagens, o felino interage com a capivara, fazendo movimentos semelhantes a uma massagem. A capivara deita na calçada e o gato continua acariciando o animal. O vídeo foi publicado pela estudante na página dela numa rede social e já teve mais de 700 mil visualizações até esta quarta-feira (22).

A estudante disse que nunca havia presenciado uma situação parecida na universidade. “Eu estava tentando interagir com os gatos que estavam perto da cantina do lado de fora do zoológico. Eles estavam perto das capivaras e parecia que pediam carinho. Quando começou a interação entre eles, decidi gravar. Achei uma gracinha”, contou Amanda.

Leia também:  Governo paga servidores da ativa nesta segunda-feira (10)

De acordo com a coordenadora do zoológico da UFMT, Sandra Helena Ramiro Correia, o vídeo reflete um problema. Um grupo de capivaras que não faz parte da coleção do zoológico vive numa área da universidade desde o ano passado após obras da Copa do Mundo.

Os animais ficam nas proximidades do Restaurante Universitário (RU) e se alimentam de restos de comida e de ração que os alunos espalham pelo campus para os gatos.

“Esse grupo de capivaras ficou restrito a viver na mata atrás do Restaurante Universitário, pois a fauna onde elas viviam foi derrubada durante a construção de avenidas para a Copa do Mundo de 2014. O vídeo é fofo, mas essa interação de animais silvestres com animais domésticos e com pessoas reflete a limitação dos bichos causada por impactos humanos”, explicou Sandra.

Leia também:  CRO-MT realiza campanha no mês do aleitamento materno
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.