Fabrício Provenzano
Fabrício Provenzano

Um homem que se diz responsável por uma série de roubos e furtos na região de Curitiba, no Paraná, surpreendeu agentes do 10º Distrito Policial (DP) ao ir até a unidade para se entregar. Fabiano de Lara Martins, ex-funcionário de uma empresa de segurança eletrônica, de 30 anos, afirma ter cometido ao menos oito roubos. Ele alegou que estava cansado de cometer crimes e queria pagar pelo que fez.

De acordo com o superintendente de polícia do 10º Distrito Policial (DP), Antônio Carlos Pimentel, o homem contou que, por causa do uso de drogas, principalmente o crack, ele perdeu o emprego e a família e começou a cometer os roubos para sustentar o vício. Nesta quarta-feira, o homem pegou um ônibus e esperou que a delegacia abrisse para se entregar.

Leia também:  Ônibus escolar tomba e deixa 11 feridos e uma criança morta em Maceió

— Esse rapaz está há mais ou menos sete meses na rua. Ele tinha um emprego bom, mas a droga o venceu. Ele começou a consumir diariamente e a roubar da própria família para comprar crack. Ele acabou expulso de casa. Chegou ao fundo do poço — contou o agente, que acrescentou: — Ele conta que cometeu pequenos furtos em casas da região e que, depois, começou a assaltar cobradores de ônibus. Ele levava pequenas quantias para comprar a droga.

O último roubo cometido pelo homem teria sido há três dias. Após ser ouvido, ele foi aconselhado a procurar ajuda médica e psicológica. O homem foi liberado pois contra ele não há nenhum mandado de prisão expedido.
Os investigadores, liderados pelo delegado Rinaldo Ivanik, responsável pelo 10º Distrito Policial (DP), estão agora à procura de testemunhas que possam reconhecer o rapaz.

Leia também:  Bombeiros retomam buscas por desaparecidos após intensas chuvas em MG
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.