Um jardineiro de 56 anos ficou gravemente ferido após ser atacado por três pitbulls enquanto trabalhava nesta terça-feira (28) em Ribeirão Preto (SP). Testemunhas contaram que os cães escaparam de uma casa e morderam o homem por cinco minutos. Ele permanece internado na Unidade de Emergência do Hospital das Clínicas (HC-UE).

Foto: Luciano Tolentino/EPTV
Foto: Luciano Tolentino/EPTV

Segundo registro da Polícia Civil, o dono dos animais alegou que a fechadura da casa está quebrada e que os animais conseguiram fugir. Ele foi preso por omissão de socorro, lesão corporal e crime de maus-tratos, mas pagou fiança de R$ 8 mil e foi liberado.

O lavador de carros Luiz Augusto Marioto contou que o jardineiro aparava a grama de uma calçada quando foi atacado. Os pitbulls estavam no quintal de outra residência, no lado oposto da rua, e conseguiram fugir após avançar sobre o portão.

Leia também:  Empresa é condenada a pagar R$ 10 mil para funcionária que foi demitida via WhatsApp

“A gente ouviu os gritos de socorro e foi em cima dos cachorros. Tentamos tirar o senhor, mas não dava. Não tinha como escapar. Ele estava cortando a grama, fazendo o trabalho dele e os cachorros atacaram sem dó. Foi muita mordida. Só de lembrar já me dá pavor”, disse.

Marioto e mais dois funcionários do lava-a-jato bateram nos animais com pedaços de pau, galhos de árvores e até com uma enxada, mas os cães não soltaram a vítima, que sofreu ferimentos na cabeça, pescoço, abdômen e braços.
Motoristas que passavam pela Rua Maria Quitéria, próximo ao cruzamento com a Avenida Vereador Manir Calil, chegaram a atropelar os pitbulls, na tentativa de afastá-los do jardineiro, mas a medida também foi ineficaz.

Leia também:  Cerco à Rocinha vai mobilizar 950 militares e dez blindados, anuncia ministro
Foto: Luciano Tolentino/EPTV
Foto: Luciano Tolentino/EPTV

“Eu parei na esquina e quando olhei para a direita, os três cachorros estavam em cima dele. Eu tentava prensar os cachorros contra a parede, para ver se soltavam. Outro motorista parou para ajudar, mas nada dava certo”, disse o motorista Jean Carlos da Silva.

Após cinco minutos, os vizinhos conseguiram afastar os animais. O jardineiro foi levado a uma unidade de saúde e transferido em seguida ao HC-UE, onde permanece internado. A assessoria do hospital informou que o homem não corre risco de morrer.

O caso foi registrado pela Polícia Civil. Na delegacia, a dona de casa Maria Amélia Milhorini contou que essa foi a quinta vez que os animais fogem e atacam pessoas na rua.

Leia também:  Motorista foge sem prestar socorro após atropelar mãe e matar bebê de 1 ano e sete meses
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.