Reprodução/Fox46
Reprodução/Fox46

Uma garota de 18 anos de Ohio morreu após ser infectada por uma bactéria mortal presente nas águas de um parque aquático em Charlotte, nos Estados Unidos. As informações são da emissora de TV americana Fox46.

Lauren Elisabeth Seitz, de 18 anos, teve meningoencefalite em decorrência de uma infecção pela bactéria Naegleria fowleri. Agentes de saúde suspeitam que a jovem inspirou a bactéria ao “engolir água pelo nariz” enquanto praticava rafting no parque aquático de Whitewater.

Segundo agentes de saúde, essa bactéria é mortal se inspirada pelo nariz, mas não causa nenhum dano se for engolida pela boca. Após entrar no sistema respiratório, é conhecida por “devorar o cérebro”, fazendo com que a vítima não tenha chances de sobreviver. A morte de Lauren foi confirmada no último domingo (18).

Leia também:  Ataque em mercado do Iraque deixa 30 mortos e 35 feridos

De acordo com o CDC (Centros de Controle e Prevenção de Doenças), a bactéria está naturalmente presente em lagos de água quente durante o verão — e as únicas águas às quais a jovem foi exposta nos últimos tempos foi no parque aquático, durante o passeio de rafting que fez com a turma da igreja no fim de semana.

O CDC afirma, ainda, que menos de dez casos decorrentes dessa bactéria foram relatados por ano nos Estados Estado durante os últimos 53 anos. A Naegleria fowleri pode causar graves doenças até nove dias após a exposição, mas não pode ser encontrada em água salgada, apenas em lagos de água doce.

O Departamento de Saúde Pública de Ohio, a Divisão de Saúde Pública da Carolina do Norte e o Centro Nacional de Whitewater estão colaborando com a investigação.

Leia também:  Mulher mata a facadas marido e 4 filhos nos EUA e deixa mais uma criança gravemente ferida
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.