Cristiano Araújo em momento longe dos palcos (Foto: Flaney Gonzallez/Divulgação)
Cristiano Araújo em momento longe dos palcos (Foto: Flaney Gonzallez/Divulgação)

O cantor Cristiano Araújo, que morreu dia 24 de junho do ano passado, após sofrer um acidente de carro, vai ganhar uma homenagem em livro um ano após sua morte. O fotógrafo Flaney Gonzallez, que passou a última turnê com o cantor entre março de 2014 e junho de 2015, vai lançar “Onze mil horas”, em que mostra histórias ilustradas por 220 fotos – entre as quais muitas inéditas – de bastidores e de momentos mais íntimos e divertidos de Cristiano (Veja mais imagens inéditas abaixo)

“Logo que aconteceu tudo (o acidente com o sertanejo), comecei a trabalhar com a dupla Henrique e Juliano e acabei passando por muitos lugares em que estive com Cristiano. Aí, sempre recordava momentos e as pessoas se interessavam. Comecei a registrar tudo em texto porque não queria esquecer e começou a ganhar a forma de um livro”, explica Flaney ao EGO.

Segundo o fotógrafo, o público poderá conhecer um outro lado do Cristiano, longe dos palcos, com os filhos, sempre alegre e divertido. “A vida dele era muito simples, mesmo diante de tanto glamour, fãs o cercando, oportunidades. Cenas simples do dia a dia dele, muitas vezes engraçadas. Ele era um artista, mas não se importava com grana, fama. Estava muito maduro. Tinha noção que o sucesso era um estado e não uma condição”, lembra.

Leia também:  Cachorro Grande faz primeiro álbum ao vivo e vira tema de documentário
Flaney Gonzallez (Foto: Divulgação)
Flaney Gonzallez (Foto: Divulgação)

Não uso a palavra morte no livro’
A ideia de Flaney é um livro pra cima e não algo que remeta ao acidente sofrido por Cristiano Araújo. “Acabamos nos tornando amigos e foi muito traumático na época em que tudo aconteceu. Voltar a viajar na estrada era um martírio, não conseguia reviver as lembranças. Mas não queria isso no livro, que é muito vivo, não uso a palavra ‘morte’ em momento algum. Trato tudo como’ fim da turnê’, ‘dia quem que as coisas aconteceram’. Mesmo porque, quando mostrava os textos para o pai dele, João, a palavra ‘morte’ doía muito”, explica.

Última conversa
Entre os momentos que Flaney considera mais especiais no livro é uma foto em que Cristiano aparece correndo atrás de um ganso (abaixo). “Foi um dia que passei fotografando ele com o filho mais velho. Poucas vezes o via em família. Essa foto mostra o jeito brincalhão dele. Era muito raro ele ter um dia ruim”, conta.

Cristiano Araújo (Foto: Flaney Gonzallez/Divulgação)
Cristiano Araújo em momento descontraído, correndo atrás de um ganso – (Foto: Flaney Gonzallez/Divulgação)

Emocionado, o fotógrafo relata o último momento em que ele e o cantor estiveram juntos. “Foi no show, no dia do acidente. Ele estava cansado, dava pra notar uma tristeza. Queria ter previsto o que ia acontecer pra falar ‘não esquece o cinto’ ou pelo menos ter uma noite mais agradável com ele. Acabei me distraindo com as fotos que tinha que mandar e fui embora mais cedo do que o normal. Só dei um tapinha nas costas dele e disse ‘já mando as fotos’. Mandei uma mensagem depois, que ele só visualizou. Pelos meus cálculos, foram uns 15 minutos antes do acidente”, relembra.

Leia também:  Niall Horan, do One Direction, fará show no Brasil em outubro

Rivalidade com Gusttavo Lima
Em um dos trechos do livro, Flaney revela a rivalidade que existia entre Cristiano e Gusttavo Lima. “Uma série de desencontros. Conversas truncadas e alfinetadas levaram os dois a um bate-boca muito feio pelo celular. Desde então, praticamente se odiavam. Araújo confidenciou que desejava fazer as pazes. Em certa ocasião, quase estendeu a mão para o rival, mas teve medo de que Gusttavo não correspondesse ao gesto”.

Procurado pelo EGO logo após a publicação desta matéria, Gusttavo Lima informou, através de sua assessoria de imprensa, que não vai se pronunciar sobre a relação com Cristiano Araújo.

A capa do livro do fotógrafo Flaney Gonzallez
Capa do livro ‘Onze mil horas’ – Foto: Divulgação

Trechos do livro
“Andando mais próximo do Cristiano, eu passaria a alimentar a página com conteúdos pessoais, na maioria inéditos, que ao me ver foram responsáveis pela imagem que muitas pessoas terão para sempre dele. Eu começava a entender a forma de ele assistir o mundo e viver o sucesso, e me impressionava muito a frieza com que tratava a fama. Eu ainda tímido nos voos, por sempre achar que o silêncio é mais constrangedor que um diálogo truncado, puxava assunto sempre com alguma pergunta que o fizesse pensar mais profundamente sobre o que estava acontecendo. Talvez involuntariamente fizesse isso por sempre achar que os artistas vivem perdidos em labirintos de repetição e rotina disfarçada, onde habitam cada dia um lugar, com clima, cheiro, vibe e região geométrica distinta e, todavia, mesmo com tanta diversidade, ainda vivem um dia igual ao outro. Hotel, show, estrada, hotel, show, estrada.”

“Dava orgulho fazer com Cris esses programas porque a história sempre se repetia. Por não ter pinta de artista fora do palco e por, muitas das vezes, principalmente no Rio, seu rosto e nome não serem muito conhecidos na época, os apresentadores e demais convidados olhavam para ele com algum desdém ou preconceito musical. Eu percebia muito isso, porém, bastava a música começar, e ele soltar a voz para a situação mudar. Ele surpreendia as pessoas com suas performances, e lembro que, quando naquela tarde, soltou: ‘Tô fazendo amor, com outra pessoa…’, Péricles segurou o microfone em uma das mãos e bateu com a outra aplaudindo com cara de: ‘Oh, rapaz, o cara canta, hein?’”

Cristiano Araújo (Foto: Flaney Gonzallez/Divulgação)
Cristiano Araújo andando de metrô no exterior: sem ser reconhecido – Foto: Flaney Gonzallez/Divulgação
Cristiano Araújo (Foto: Flaney Gonzallez/Divulgação)
Cristiano Araújo (Foto: Flaney Gonzallez/Divulgação)
Cristiano Araújo (Foto: Flaney Gonzallez/Divulgação)
Cristiano Araújo com a equipe – Foto: Flaney Gonzallez/Divulgação
Cristiano Araújo (Foto: Flaney Gonzallez/Divulgação)
Cristiano Araújo e Luan Santana durante show – Foto: Flaney Gonzallez/Divulgação
Cristiano Araújo (Foto: Flaney Gonzallez/Divulgação)
Cristiano Araújo na última turnê – Foto: Flaney Gonzallez/Divulgação
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.