Francisco José Pessoa Fernandes - Chicão - Foto de Junior Martins
Francisco José Pessoa Fernandes – Chicão – Foto de Junior Martins

Com mais de 40 anos de vida dedicado a transformar jovens pelo esporte, Francisco José Pessoa Fernandes, conhecido pela alcunha de “Chicão”, o único faixa coral de jiu-jitsu do estado de Mato Grosso, o maior nível de graduação dessa modalidade, foi o primeiro condutor da Tocha Olímpica acesa na cerimônia de revezamento em Cuiabá. Um marco para as artes marciais, que ainda tiveram como último condutor o judoca David Moura, que acendeu a Pira Olímpica.

No Brasil, o revezamento da Tocha Olímpica ocorre durante 95 dias. Começou no dia 3 de maio em Brasília e terminará em 4 de agosto no Rio de Janeiro. Passa por 26 capitais mais Distrito Federal e soma-se 12 mil pessoas se revezando na condução do fogo olímpico. E, em Cuiabá, o percurso do revezamento teve cerca de 23 km, com cada condutor a empunhar o símbolo por 200 metros. E, o Chicão, foi escolhido pelo comitê olímpico como primeiro condutor.

Leia também:  Brasil joga primeira partida do Grand Prix em Cuiabá

“Ter sido selecionado como condutor e, principalmente, como primeiro condutor em solo cuiabano tem uma simbologia muito forte. Isso coroa o trabalho de quatro décadas na formação de atletas e resgate de jovens pelo esporte. É uma honra incomensurável que ficará na memória da modalidade em Mato Grosso. Fiquei emocionado e revigorado. Nossos atletas até pediram para leva-la nas academias, pois cada condutor pode ficar com a sua tocha”, conta Chicão.

Francisco José Fernandes, além do mais graduado de MT na modalidade, também é o atual presidente da Federação Mato-grossense de Jiu-jitsu e Lutas Associadas (FMTJJLA), o que torna ainda mais simbólico e marca a presença desse esporte na passagem do fogo olímpico por Cuiabá. E, como a tocha conduzida por Chicão ficou com ele, levará ela para visitar as academias de jiu-jitsu da cidade, para os atletas poderem ver um dos maiores símbolos das Olimpíadas.

Leia também:  União empata com o Luziânia
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.