ESF Cidade Alta - Foto: assessoria
ESF Cidade Alta – Foto: assessoria

Saindo do aluguel para ocupar espaço próprio, a unidade de Estratégia de Saúde da Família (ESF) Cidade Alta abrirá as portas nesta terça-feira (28), às 16h30 para oferecer à população mais saúde em uma nova estrutura. A unidade que fica localizada na Rua Jussara, esquina com a Rua Garimpeiros, quadra 4ª, s/n, atenderá 1.106 famílias dos bairros Rondônia, parte do Jardim Iguaçu e parte do Cidade Alta.

A estrutura anterior não atendia as normas técnicas, mas agora se enquadra na lei e proporcionará mais conforto tanto para a equipe de saúde quanto para os moradores. Os usuários desfrutarão de um prédio com 276,12 metros quadrados, em um terreno de 900 metros quadrados que custou R$ 447.514,09 e que manterá os serviços básicos de saúde executados pela equipe já existente de médico clínico geral, enfermeiro, técnicos de enfermagem e agentes de saúde, totalizando 12 profissionais.

Leia também:  Sebastião Rezende busca dar celeridade em construção do Ganha Tempo

O projeto arquitetônico apresenta as seguintes acomodações: recepção, banheiros públicos, consultório médico, consultório odontológico, farmácia, sala de curativo, sala de vacina, sala de procedimento e observação, sala multiuso, sala de enfermagem, sala para acolhimento, expurgo, almoxarifado, sala administrativa, copa e sala para esterilização.

Conforme o secretário Municipal de Saúde, Israel Paniago, a construção da unidade é mais um passo para a ampliação e melhoria da qualidade do atendimento da atenção básica. Além de construir sedes próprias, é necessário melhorar ainda mais a recepção dos pacientes que procuram as unidades proporcionando espaços adequados como o que será entregue na Cidade Alta.

“A construção de sede própria eleva a qualidade do atendimento e proporciona segurança aos usuários e funcionários. Antes a equipe de saúde prestava o atendimento em uma estrutura acanhada, mas agora em um prédio maior, com planejamento dos espaços, terá uma organização mais eficiente, o que resultará em melhor acolhimento dos pacientes”, destaca o secretário.

Leia também:  MPE e parceiros realizam 5ª etapa de limpeza do Ribeirão Arareau nesta sexta
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.