Preços dos combustiveis nos postos de Rondonópolis - Foto: Varlei Cordova/ AGORA MT
Preços dos combustíveis nos postos de Rondonópolis – Foto: Varlei Cordova/ AGORA MT

Uma verdadeira ‘guerra de preços’, é o que vivem os proprietários dos postos de combustíveis em Rondonópolis (MT). O consumidor que abastece o veículo já deve ter notado a variação nos preços dos combustíveis entre um posto e outro na cidade.

As promoções estão por toda parte. A diferença entre os preços são de centavos, mas que podem fazer a diferença na hora de abastecer.

Preços dos combustiveis nos postos da cidade Preços dos combustiveis nos postos de Rondonópolis - Foto: Varlei Cordova/ AGORA MT
Preços dos combustíveis nos postos da cidade  de Rondonópolis – Foto: Varlei Cordova/ AGORA MT

O preço da gasolina varia de R$ 3,31, R$ 3,34, 3,36 R$ 3,79. O do etanol é encontrado a R$ 2,29, R$ 2,39, R$ 2,99.

De acordo com um dos proprietários, Anísio Dias, quem ganha no momento é o consumidor que pode escolher onde abastecer. Para os empresários buscar estratégias para não sair no prejuízo é a melhor solução. Em meio à guerra de preços Anísio já desligou dez funcionários, somente este ano. “Temos que buscar o equilíbrio”, explica Anísio.

Leia também:  Autora de livros reúne técnicas e dinâmicas em palestra na cidade

Ainda conforme explica o empresário, desde janeiro três Postos de Combustíveis foram fechados na cidade e dois empresários fizeram arrendamento.

Na capital Cuiabá (215 Km de Rondonópolis) os preços do litro do etanol e da gasolina voltaram a subir nos postos de combustível. No total, o aumento registrado foi de aproximadamente 20%. O litro do etanol está sendo comercializado a, no mínimo, R$ 2,41, enquanto o litro da gasolina não sai por menos de R$ 3,75.

A alta dos preços nos postos de combustível, não tem a ver com aumento do preço nas distribuidoras ou qualquer imposto novo. Segundo o gerente de um dos postos de Cuiabá, o que ocorreu foi um reajuste de preço porque os donos de postos na capital estavam sofrendo prejuízo.

Leia também:  Setor de serviços cresce 1% e tem melhor abril desde 2013
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.