A Polícia Civil prendeu nesta quinta-feira (30) nove pessoas e apreendeu um adolescente, de 17 anos, suspeitos de matar pelo menos 20 pessoas, em Goiânia. De acordo com as investigações, todos os crimes estão relacionados ao tráfico de drogas. Foram cumpridos 12 mandados de prisão, busca e apreensão. Um vídeo feito pela corporação mostra o momento em que policiais arrombam o portão de uma casa para efetuar uma das prisões.

Reprodução
Reprodução

De acordo com o delegado Thiago Martiniano, responsável pela operação, o grupo conseguia dinheiro vendendo drogas. Segundo ele, um dos suspeitos foi preso em uma casa dentro de um condomínio de luxo e era responsável por financiar a organização.

Leia também:  Justiça condena Volks a pagar mais de R$ 1 bilhão a donos de Amarok no Brasil

“Identificamos que ele comandava algumas ações. Na casa dele foram encontrados carros de luxo, e dinheiro. Ele nunca colocava a mão na droga, mas temos diversas interceptações telefônicas que comprovam a liderança dele. Ele trafica há muito tempo, mas nunca havia sido preso”, esclareceu.
O investigador afirmou que os homicídios aconteciam, muitas vezes, por causa de uma rivalidade deste grupo com outra organização que também trafica drogas e é comandada por um detento da Casa de Prisão Provisórias (CPP). Conforme Martiniano, as mortes eram motivadas por disputas e vinganças.

Os mandados foram cumpridos nesta manhã por agentes da Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios (DIH) em bairros da região oeste de Goiânia e em Trindade, na Região Metropolitana da capital.

Leia também:  Marcelo Rezende morre aos 65 anos vítima de câncer
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.