Divulgação
Divulgação

É incrível, mas um dos países mais pobres da América do Sul conseguiu acabar com o analfabetismo, de acordo com a Unesco.

A Bolívia conseguiu esse feito graças ao programa Yo Sí Puedo, que ensinou mais de 1 milhão de pessoas a ler e escrever nos últimos 10 anos.

Uma dupla de documentaristas brasileiros foi até lá para conhecer essa história: Fellipe Abreu e Luiz Felipe.

Eles visitaram a Bolívia em três ocasiões entre os anos de 2014 e 2016 e começaram a gravar um documentário independente sobre as histórias de vida de pessoas que haviam sido alfabetizadas graças ao programa.

Entre estas histórias, estão:

A da professora Keyla Guzmán, que criou um modelo individual de ensino para seus alunos.

Leia também:  Médicos Chilenos são filmados comemorando partida de futebol durante cirurgia
Divulgação
Divulgação

A da jovem Miriam, deficiente física que recuperou a autoestima após ser alfabetizada.

E a dos presidiários do Cárcere de Miraflores, que apostaram na educação como forma de se reinserir na sociedade.

A dupla Fellipe e Luiz está realizando uma campanha de financiamento coletivo, para finalizar o documentário e disponibilizá-lo online gratuitamente.

Eles contam na página do projeto que foram os próprios moradores locais quem pediram para que os brasileiros mostrassem as histórias dos alunos bolivianos para o mundo.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.