A Câmara Municipal realizou a 2ª votação e definitiva da Lei Orçamentária das Diretrizes (LDO) durante a 168ª sessão ordinária realizada nesta quarta-feira (27). O projeto da LDO foi aprovado por 19 votos favoráveis. A previsão de orçamento para a LDO 2017 é de R$ 850 milhões.

De acordo com o vereador e presidente da Comissão de Finanças e Orçamentos, Adonias Fernandes (PMDB), foram feitas três audiências para ouvir os anseios da população (Distrito Sálmen, região Aurora e região Vila Operária).

Ele comenta que a infraestrutura e o saneamento básico representaram as maiores demandas.

“Nós trabalhamos algumas emendas na LDO para que a prefeitura ano que vem possa estar fazendo o asfalto, o saneamento básico já está contemplado no PAC, mas estamos encaminhando indicações ao secretário da CODER, ao Sanear e ao prefeito,” comentou o vereador.

Leia também:  Vereadores aprovam "Moção de Repúdio" contra presidente da Assembleia Legislativa

O parlamentar ainda explicou que houveram demandas por creches e unidades de saúde.  “Vamos buscar através de uma parceria do governo federal com o município, via indicações para dar maior celeridade,” explicou o vereador.

O vereador explica que está previsto para 2017 um orçamento de R$ 850 milhões. “Estamos trabalhando na LDO que vai dar a base e o esqueleto para que a Prefeitura possa executar no próximo ano,” finalizou o parlamentar.

Segundo o presidente da Câmara Municipal, Lourisvaldo Manoel de Oliveira, o Fulô (PMDB), a lei deverá ser encaminhada para apreciação do executivo ainda nesta quinta-feira (28).

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.