Armas apreendidas - Foto: PJC
Armas apreendidas – Foto: PJC

Duas armas de fogo foram apreendidas durante uma ação da Polícia Judiciária Civil, realizada na tarde de segunda-feira (25.07), em Água Boa. Na ação, os caseiros, Edinei Barbosa e João Batista Alves Ires, responsáveis por fazendas da região foram autuados por posse ilegal de arma de fogo e munições.

O trabalho da equipe de investigadores da Delegacia de Água Boa visava dar cumprimento ao mandado de prisão contra o caseiro, Edinei Barbosa, acusado de estupro de vulnerável contra a filha, de 4 anos.

Na residência do caseiro, em uma fazenda da região, foi apreendida uma espingarda calibre 22, com quatro munições. Questionado, o suspeito alegou que mantinha a arma por ordem do patrão e em razão do serviço.

Leia também:  Mototaxista é preso por associação ao tráfico, tráfico de drogas e corrupção de menores em Primavera do Leste

Em continuidade as diligências, os policiais realizaram buscas na propriedade vizinha, que pertence a mesma família. No local, outra espingarda calibre 22, com mais 25 munições foram apreendidas na moradia do caseiro, João Batista Alves Ires.

Os caseiros foram conduzidos a Delegacia de Água Boa e após serem interrogados foram autuados em flagrante pelo crime de posse ilegal de arma de fogo e munições de uso permitido. Edinei Barbosa ainda teve a ordem de prisão cumprida pelo crime de estupro de vulnerável.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.