Durante uma vistoria realizada na Casa de Custódia, mais de 80 armas de fabricação artesanal foram encontradas dentro das celas. A operação aconteceu durante toda a terça-feira (12). Além das armas, foram encontradas drogas, celulares e baterias em posse dos detentos.

Foto: Divulgação/Simpoljuspi
Foto: Divulgação/Simpoljuspi

Segundo a Secretaria de Justiça do Piauí (Sejus), as armas são artesanais, produzidas pelos próprios presos da unidade a partir de vergalhões e outros tipos de ferro retirados da própria estrutura do presídio.

A Casa de Custódia enfrenta ainda um outro problema há muito tempo: a superlotação. Atualmente, a unidade abriga 943 detentos, mais que o triplo da sua capacidade real.

A Sejus disse ainda que essas operações são ações de rotina das equipes das unidades prisionais e que acontecem em todas as prisões do estado e que tem buscado medidas para diminuir o excedente prisional. Pelo menos 20 homens do Grupo de Intervenção Prisional, da Força Tática da Polícia Militar e do Comando de Operações atuaram nas vistorias.

Leia também:  Todos assentos de ônibus e metrô tornam preferenciais por lei no DF
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.