Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Um motorista de 35 anos morreu após o caminhão em que ele estava tombar no KM 58, da MT-130 sentido Rondonópolis, na tarde de terça-feira (12). O local onde o acidente ocorreu é conhecido popularmente como curva da santinha e possuía um radar eletrônico que foi alvo de vândalos na madrugada que antecedeu o acidente. A equipe de socorristas da MT-130 foi chamada para atender a vítima do acidente que ocorreu em menos de 24 horas após o vandalismo.

Os radares eletrônicos foram instalados pela Concessionária Morro da Mesa, responsável pela manutenção e conservação do trecho que liga Rondonópolis a Primavera do Leste, com objetivo de diminuir o número de acidentes, e principalmente o número de mortes no trecho. Segundo a Concessionária, desde a instalação no ano de 2015, foi apresentada uma redução de 85% dos casos.

Leia também:  Quatro trabalhadores são resgatados de situação análoga à escravidão em MT

O gerente de operações da Morro da Mesa Leandro Barreto, lamentou o ocorrido e destacou a importância dos redutores de velocidade. “Nosso objetivo com a instalação dos radares é a preservação da vida de quem trafega pelo trecho, e não havíamos registrado acidentes no trecho desde a instalação do controlador de velocidade, porém, depois que atearam fogo no radar, já registramos um acidente com vítima fatal”, disse.

Como o radar e a câmera de monitoramento foram destruídos, não foi possível levantar as causas do acidente, porém não foi descartada a possibilidade do motorista estar em alta velocidade, além de não estar utilizando cinto de segurança.

Vandalismo

Na madrugada de terça-feira (12) um radar localizado em uma curva no KM 58, foi alvo de vândalos. Segundo informações pessoas não identificadas teriam ateado fogo no aparelho e depois roubado as câmeras que estavam no local.

Leia também:  Homem morre após ser baleado e corpo é encontrado na BR-364

A curva popularmente conhecida com curva da santinha, já foi apelidada de curva da morte, devido ao elevado números de acidentes registrados no local, a instalação de radares foi uma alternativa encontrada pela Concessionária Morro da Mesa para reduzir o número de acidentes, desde 2015 nenhum acidente grave havia sido registrado no local.

O limite de velocidade máximo permitido na rodovia é de 80 quilômetros por hora, porém a fiscalização foi habilitada para multar os motoristas que excederem a velocidade regulamentada nos locais de 40 quilômetros por hora.

A Concessionária Morro da Mesa ressalta que a instalação dos radares é preventiva, ou seja, os motoristas devem ficar atentos ao dirigir de forma segura, respeitar os limites de velocidade, manter distância do veículo a sua frente e não consumir bebidas alcoólicas antes de dirigir e principalmente devem respeitar as leis de trânsito. Ao trafegar sobre fortes chuvas, reduza a velocidade ou pare o veículo em local seguro. Em caso de necessidade de socorro mecânico ou atendimento pré-hospitalar, ligue 0800 646 0130.

Leia também:  Vítima tenta impedir assalto e é agredida por criminosos
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.