Todo mundo tem em casa frascos de aerossol, muito usado em desodorante ou inseticida, por exemplo. Só que, ao entrar em contato com o fogo, a embalagem pode explodir. Foi o que aconteceu na cidade de Itumbiara, em Goiás, onde uma criança ficou gravemente ferida. Daniel teve queimaduras em 23% do corpo. Por enquanto, ele não tem previsão de alta do hospital.

Reprodução
Reprodução

Esse tipo de frasco está presente em todas as casas, contendo uma infinidade de tipos de produtos, como desodorantes, fragâncias para perfumar ambientes, entre outros. O líquido sai da embalagem empurrado por um gás altamente inflamável. E é aí que está o perigo.

Uma dessas embalagens de aerossol provocou grave acidente na cidade de Itumbiara. O menino Daniel Isaac, de apenas 3 anos, teve queimaduras de 2º e 3º graus. Rosângela Alves, a avó do garoto, conta que ele jogou o frasco em um lixo que estava sendo queimado no quintal. “Jogou no fogo, o pai dele não viu, ele explodiu. Quando olhou, ele tava em chama, ele tava pegando fogo. Ele pegou fogo. Aí o pai dele abafou o fogo e já correu com ele para o hospital”.

Leia também:  Bebê nasce com quase 6 quilos e vira atração em maternidade de Cascavel

Daniel saiu da UTI, mas continua internado em um hospital na cidade de Anápolis, especializado em queimaduras.
Os bombeiros fazem um alerta aos pais: “Nunca manipular fogo dentro das residências, somente quando necessário, mas sempre longe das crianças”.
“Tem que ficar bem em cima, tem que prestar bastante atenção, porque… eles, coitados, não têm noção do perigo”, diz Camila Alves, mãe de Daniel.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.