Nos últimos dois meses a cesta básica na capital Cuiabá (215 Km de Rondonópolis) voltou a subir, após passar por retração nos meses anteriores. Conforme dados do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), apenas em junho o indicador registrou aumento de 5,3% já quando se analisa o acumulado do ano o acréscimo chega a 11,8%.

Os economistas explicam que o grande ‘vilão’ recentemente tem sido o feijão, com destaque para o carioca, principal tipo consumido pelos mato-grossenses, que sofreu alta de 40,6% na capital no último mês.

Com as adversidades climáticas enfrentadas nas lavouras do Estado na safra 2015/2016, a oferta do grão foi altamente afetada, pressionando assim os preços para cima.

Leia também:  Professores da Unemat entram em greve por atraso de salário

Além disso, outras regiões produtoras no país também sofrem com clima, ocasionando um mesmo cenário no âmbito nacional.

Diante disso, o governo vem tentando implementar medidas, como incentivo à importação, a fim de suprir a demanda. Contudo, os dados mostram que o cenário ainda é de apreensão dado que o quadro de suprimento poderá continuar bastante apertado.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.