Foto: Reprodução/ Facebook
Foto: Reprodução/ Facebookg

Uma grávida de 26 anos foi encontrada morta em um terreno baldio na cidade de Araras, interior de São Paulo. De acordo com a polícia, acredita-se que a vítima foi assassinada a pauladas depois de ter sido estuprada.

A vítima estava seminua e com ferimentos na cabeça provocados, provavelmente, por pauladas.

A gravidade dos ferimentos impediu que os policiais fizessem o reconhecimento de Mayara Daiane no local.

As roupas dela estavam próximas do corpo, junto com um preservativo usado.

O delegado Francisco de Oliveira, responsável pelo caso, acredita que pode ter ocorrido alguma desavença entre a vítima e o agressor antes do crime.

A mulher era mãe de três crianças e estava grávida de quatro meses.

Leia também:  Chega a 10 o número de mortes em tragédia em creche de Janaúba
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.