Carlos Fávaro e Floris Luiz Binotti - Foto: assessoria
Carlos Fávaro e Floris Luiz Binotti – Foto: assessoria

Em evento partidário, o vice-governador e presidente do Partido Social Democrático (PSD-MT) Carlos Fávaro, lançou na noite de segunda-feira (11.07) o empresário e produtor Floris Luiz Binotti como pré-candidato a prefeito do município de Lucas do Rio Verde.

“Essa candidatura que tem como principio o melhor para Lucas do Rio Verde, e não se trata de uma de situação ou de oposição, se trata de um projeto político pro município. Temos que ter amadurecimento político, não precisamos de eleições sanguinárias, e sim para o compromisso com o desenvolvimento desse município”, avaliou Fávaro em discurso.

O presidente da legenda afirma que o partido fez uma grande escolha pela candidatura de Binot, e que fica muito satisfeito de ver que a sigla no município já começa a discutir política, faltando menos de 30 dias para as convenções partidárias, que devem escolher os candidatos e deliberar sobre as coligações.

Leia também:  Adonias quer construção de rede de esgoto em bairros da região Salmen

“O prefeito Otaviano Piveta, há 60 dias, já me disse que não tem pretensão de ser candidato. Por isso, nós temos boas condições, de ter protagonismo no município. Teremos também uma eleição diferente este ano, onde o dinheiro é menos importante, uma eleição muito fiscalizada, onde o que vale é o diálogo, a conversa, e o compromisso com o cidadão”, considera Fávaro.

O pré-candidato Floris Luiz Binotti, conta que recebeu o convite do presidente estadual da sigla para se filiar ao PSD ainda no ano passado, e que se dispôs a construir um projeto para a cidade, que tem pouco mais de 50 mil habitantes.

“Estamos colocando o meu nome para que a gente, junto com as lideranças políticas, possa continuar crescendo e seja uma cidade de destaque”, comenta.

Leia também:  "Distritão" não passa e regra para eleições de deputados devem ser mantidas

Ele ressalta também que o partido no município está conversando com todas as lideranças políticas, e que o diálogo deve acontecer até o registro da candidatura com o objetivo de construir uma aliança que traga benefícios para toda a sociedade luverdense.

O PSD é o maior partido de Mato Grosso, e vive uma reestruturação. Conforme o presidente da legenda, a sigla já realizou este ano 11 encontros em todas as regiões, e construiu 80 pré-candidaturas aos executivos municipais. Hoje eles contam com 50 prefeitos, mais de 200 vereadores e 20 vice-prefeitos. Além de seis deputados estaduais e um deputado federal suplente que já assumiu, e inclusive votou no impeachment da presidente Dilma Roussef, e um senador da república.

Leia também:  Thiago Muniz alerta que valores da taxa de lixo são absurdos e ilegais
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.